Case Study REiNOVA

REiNOVA “dá asas” a empresários portugueses e espanhóis para exportarem, segundo artigo do Observador

Quando se fala de exportação, surge sempre aquele receio de se dar “um passo maior que a perna”. Miguel e João, os dois jovens empresários agroalimentares do Alentejo que embarcaram neste projeto transfronteiriço, estão surpreendidos por tudo o que se conseguiu fazer até agora. Conseguiram inovar no design dos seus Figos do Alentejo, agora com uma nova embalagem modular mais adaptada ao mercado Escandinavo, para além de divulgarem e valorizarem a empresa Agriofiap e os seus outros produtos portugueses lá fora.

Outro exemplo desta vontade de encarar novos horizontes é o gin artesanal Bica Gin, desenvolvido com o apoio do projeto REiNOVA pela empresa Monte da Bica, com uma embalagem acompanhada de um copo “tiki” (normalmente associado a cocktails), a sua mais recente inovação, desenhado para dar o “salto” para o Brasil e para Hong-Kong.

O projeto, designado de REiNOVA, está a ajudar a concretizar este antigo “sonho de aparecer noutros mercados que não só o nacional”, estando disponível para ajudar do desenvolvimento de outros produtos da região portuguesa do Centro e das regiões espanholas de Castela e Leão e da Extremadura.

Com um investimento de perto de 1.39 milhões, cofinanciada a 75% pelo Programa de Cooperação INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020 e em 25% pelos seus outros 11 parceiros.

Liderado pela IDDNET – Technology Network, o objetivo principal do projeto é promover ativamente a inovação na área agroalimentar nas micro e médias empresas (PME) das regiões mencionadas, funcionando um pouco como “uma espécie de porta de entrada” para pequenos produtores.

Veja aqui o artigo completo do Observador.

Figos do Alentejo
Empresários agroalimentares do Alentejo
Bica Gin
previous arrow
next arrow
Slider

Créditos: NUNO VEIGA/LUSA